Cáritas Diocesana de Caruaru participa da campanha #TodosPorRoginho

Cáritas Diocesana de Caruaru participa da campanha #TodosPorRoginho

Uma campanha vem sendo realizada nas redes sociais em prol de um garotinho chamado Roginho. Ele é da cidade de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, tem apenas 6 anos de idade e já passou por 2 cirurgias para retirar um tumor no cérebro, que está localizado na parte central do sistema nervoso.

Começam em Jaboatão as obras da construção da Fazenda da Esperança

Começam em Jaboatão as obras da construção da Fazenda da Esperança

Começou, nesta semana, a construção da Fazenda da Esperança de Jaboatão, projeto capitaneado pela Arquidiocese de Olinda e Recife, com o apoio de doações. O terreno foi doado em 2015, pela Prefeitura de Jaboatão, no distrito da Muribequinha e a obra está na fase de fundação.

Comissão Diocesana para a Comunicação Social

Comissão Diocesana para a Comunicação Social

Caríssimos irmãos e irmãs, Com o coração “alegres na esperança”, iniciamos o ano de 2017. Estamos todos cheios de alegria, entusiasmo e com muita fé, desejando que dias melhores em nossas vidas possam ser, enfim, presentes. Também nossa fé no Deus vivo e Criador nos impele a anunciar e nos convoca a testemunhar o amor divino a todas as pessoas. Deste modo, a “Igreja existe para evangelizar. Em...

Mensagem de Natal da Comissão Diocesana da Pascom

Mensagem de Natal da Comissão Diocesana da Pascom

COMUNICAR JESUS É NOSSA ESSÊNCIA A encarnação do Verbo, o nascimento de Jesus, é a comunicação por excelência do Pai, que quer estar próximo de sua criatura. Este encontro de Deus com a humanidade é o momento em que a promessa dos antigos pais na fé se cumpriu. Deus mesmo habitou no meio de nós; Jesus Cristo é, portanto, a comunicação por excelência do Pai e o grande Comunicador, pois nos...

  • Cáritas Diocesana de Caruaru participa da campanha #TodosPorRoginho

    Cáritas Diocesana de Caruaru participa da campanha #TodosPorRoginho

  • Começam em Jaboatão as obras da construção da Fazenda da Esperança

    Começam em Jaboatão as obras da construção da Fazenda da Esperança

  • Comissão Diocesana para a Comunicação Social

    Comissão Diocesana para a Comunicação Social

  • Mensagem de Natal da Comissão Diocesana da Pascom

    Mensagem de Natal da Comissão Diocesana da Pascom

Notícias da Diocese

04-01-2017 Diocesanas Como os pais não têm condições de obter a quantia sozinhos, o plano de saúde de Roginho não cobre esse tipo de procedimento, que terá de ser particular. Os moradores de Caruaru e região, participam e ajudam a promover as ações. "Estamos correndo contra o tempo, por isso resolvemos colocar a tenda, vamos estar em todos os domingos antes da cirurgia, vamos estar na missa da graça toda quinta no convento", afirmou a mãe do menino, Cecília Rocha. Ele já passou por outras cirurgias, mas a que está marcada para janeiro - que é a de retirada do turmor - custa R$ 100 mil. Quem quiser ajudar, pode entrar na página: facebook.com/todosporroginho ou acessar o link: vakinha.com.br/vaquinha/roginho-esta-precisando-de-ajuda  

Cáritas Diocesana de Caruaru participa da campanha #TodosPorRoginho

Uma campanha vem sendo realizada nas redes sociais em prol de um garotinho chamado Roginho. Ele é da cidade de Caruaru, ...

04-01-2017 Diocesanas Nós formamos a Igreja e, por isso, somos todos evangelizadores. No Batismo recebemos esta grande missão de comunicar Jesus Cristo. A Pastoral da Comunicação é este instrumento importante que a Igreja dispõe para cumprir o mandato do Senhor de evangelizar. “A palavra comunicação provém do latim com-munus¸ aquilo que é compartilhado, ou seja, um dom pessoal ofertado a outro ou um dever de todos para com todos. [...] A comunicação tem como objetivo primordial criar comunhão, estabelecer vínculos de relação, promover o bem comum, o serviço e o diálogo na comunidade“ (Diretório de Comunicação, n. 13). Neste novo ano, novos sonhos, esperanças, perspectivas e anseios surgem para nós que formamos a Pascom da Diocese de Caruaru. Também é nova a Coordenação Diocesana a partir deste ano, que tem o firme desejo de unir e integrar toda a Pascom na Diocese; união entre a Comissão Diocesana e as Paróquias que já existe uma equipe de Pascom. E onde ainda não existe Pastoral da Comunicação, embora em várias comunidades existam iniciativas interessantes e bem-vindas de comunicação, vamos trabalhar para que a Pascom seja realidade em toda a Igreja Particular de Caruaru. Agradecemos imensamente ao Pe. João Paulo Gomes de Araújo, que por dois anos esteve à frente da Pascom em nossa Diocese, dinamizando, animando e articulando nossas ações. Contudo, sua presença será efetiva na Pascom, sendo nosso Assistente Espiritual. Sob sua coordenação, a Comissão Diocesana promoveu encontros diocesanos para os representantes paroquiais; enviou representantes aos principais eventos de comunicação do Brasil e do Regional; realizou coletivas de imprensa, café da manhã com o Bispo e a Imprensa; procurou estar sempre presente nas Pascom’s Paroquiais, realizando cadastro, contatos, encontros. Também a assessoria de imprensa se tornou realidade na Diocese. Todas estas ações nos ajudaram a dar passos na comunicação em todo o território diocesano. Porém, muitos passos ainda temos que dar. E um passo importantíssimo e basilar é que todas as Paróquias estejam unidas à Pascom Diocesana. Somos uma única Igreja, temos um único desejo e missão. Por isso, para que a comunicação numa Diocese dê passos seguros e firmes, é extremamente importante estarmos unidos e de braços dados. Dessa forma, incluiremos na Coordenação Diocesana da Pascom os coordenadores paroquiais da Pascom, para que cada vez mais estreitemos os laços e tracemos metas, objetivos e ações comuns. Confirmamos e reconhecemos, e incentivamos, a importante missão das Pastorais da Comunicação nas Paróquias. São verdadeiros instrumentos de Deus e descentralizadores da Pascom na Diocese, que nos enche de alegria e esperança, principalmente aquelas que se destacam neste cenário. Todas estão de parabéns, por seu empenho e forte desejo de tornar o nome de Jesus conhecido, e também expandir as ações evangelizadoras das Paróquias. Continuem firmes e fortes da missão. Também, para que a Pascom dê frutos, é necessário que as coisas estejam organizadas. Sendo assim, a Comissão Diocesana terá um Núcleo, para que as ações sejam pensadas e depois conversadas com na Coordenação Diocesana. Com a construção do Centro Administrativo da Diocese de Caruaru, teremos o Departamento de Comunicação, com estúdio, sala de reunião, escritório e recepção. Será um espaço para a Comunicação da Diocese, de onde vamos receber e enviar as informações. Próximos meses iremos detalhar através dos meios de comunicação nossa ação pastoral neste ano, incluindo o desejo de tornar comum o Projeto Diocesano de Comunicação, para que a comunhão entre Paróquias e Diocese, em relação à Pascom, seja efetivada. Não somente as Paróquias e Áreas Pastorais, mas também os Movimentos, Pastorais, Associações, Instituições e serviços de nossa amada Diocese de Caruaru. Todos somos anunciadores e as ações devem e precisam ser divulgadas. Não podemos deixar de lembrar, até por que será uma prioridade nossa, a realização do 7º Mutirão de Comunicação do Regional Nordeste II da CNBB em Caruaru. O Muticom Caruaru 2018, será de 19 a 21 do próximo ano. Desta forma, devemos nos empenhar para preparar este evento, no intuito de acolher a todos da melhor forma possível e promover um belíssimo Mutirão, com palestras, oficinas, conferências, noite cultural etc. Sendo assim, convocamos as Pascom’s Paroquiais a nos ajudar nesta missão. Próximo dia 8 de fevereiro, realizaremos um primeiro encontro com a COM (Comissão de Organização do Muticom). Neste inicial contato, algumas pessoas serão convidadas e posteriormente vamos dar as coordenadas de como será feita a preparação. Por fim, para já iniciarmos uma melhor gestão e divulgação das informações, abrimos um novo canal de envio de notícias, para serem publicadas no site oficial da Diocese e suas Redes Sociais. Portanto, as Paróquias, Áreas Pastorais, Movimentos, Pastorais, Instituições podem enviar suas notícias para o WhatsApp: (81) 98379-7797. Peçamos a Nossa Senhora da Comunicação, a Mãe das Dores, que nos ajude a comunicar seu Filho, como ela fez ao visitar sua prima Santa Isabel. Ela nos inspira e nos ensina a fazer a vontade de Deus. Estamos sempre unidos e perseverantes, e alegres na esperança. Contamos com a colaboração e empenho de todos, para que a comunicação seja este fio condutor do anuncio do Reino de Deus. Nosso fraterno abraço e desejo de um abençoado 2017. Caruaru, 02 de janeiro de 2017, Memória de São Basílio Magno e São Gregório Nazianzeno. Jerffeson Adelino Gomes Coordenador Diocesano da Pastoral da Comunicação

Comissão Diocesana para a Comunicação Social

Caríssimos irmãos e irmãs, Com o coração “alegres na esperança”, iniciamos o ano de 2017. Estamos todos cheios de aleg...

23-12-2016 Diocesanas Obrigado a todos e todas comunicadores da Diocese de Caruaru. Agradecemos o empenho em comunicar o Evangelho em 2016, em todas as Paróquias e Áreas Pastorais que a Pascom atua. Vamos juntos continuar nossa missão de evangelizar através dos meios de comunicação. Por isso, convido a todos e todas para juntos levarmos sempre a Boa-Nova de Jesus para todos. Novos projetos, novas perspectivas, novos sonhos nos impelem a caminhar muito mais com a Pascom em toda a Diocese. Então, vamos nos unir, pois a Missão de evangelizar é nossa essência, e a Pastoral da Comunicação tem um papel fundamental neste processo, de unir e se encontrar. Em 2017, todos nós estaremos empenhados em preparar o maior evento de comunicação dos Estados de Pernambuco, Paraiba, Alagoas e Rio Grande do Norte, o Mutirão de Comunicação do Regional Nordeste II da CNBB, que chegará em sua 7° edição, e temos a missão de acolher este acontecimento. Para tanto, faz-se necessário que todos e todas comunicadores da Diocese de Caruaru estejam num só coração, e numa só conexão. Por isso, desde já convidamos as Pascom's para fazerem parte desde processo, de construir o Muticom Caruaru 2018. Que Deus abençoe cada vez mais suas vidas e as de suas famílias. Que o Menino-Deus os ilumine com sua Luz esplendorosa, e possa dar mais ânimo e vigor, além de entusiasmo e satisfação de comunicá-Lo a todos. Nosso desejo é que a Pascom na Diocese de Caruaru esteja sincronizada, cumprindo seu papel de levar o Evangelho a todos, de todas as formas. Isto exige união, mãos entrelaçadas, único desejo de servir e dar a vida. Feliz Natal!Que o coração de cada um e cada uma esteja conectado ao Sagrado Coração de Jesus. Caruaru-PE,23 de dezembro de 2016Ano Mariano Nacional Jerffeson Adelino GomesCoordenador Diocesano da Pascom Caruaru Comissão Diocesana da Pascom

Mensagem de Natal da Comissão Diocesana da Pascom

COMUNICAR JESUS É NOSSA ESSÊNCIA A encarnação do Verbo, o nascimento de Jesus, é a comunicação por excelência do Pai, q...

23-12-2016 Diocesanas

Festas e Eventos

14-12-2016 Festas e Eventos A Concelebração realizar-se-á no dia 14 de dezembro de 2016, às 19h na Matriz de Santo Izidro, na cidade de Ibirajuba - PE. Primeiras Missas Dia 15 de dezembro de 201619h30: Igreja Matriz de Santo Izidro - Ibirajuba - PE 16 de dezembro de 201619h30: Igreja de São Francisco - Alto de São Francisco, Ibirajuba - PE 17 de dezembro de 201619h30: Igreja de Santa Terezinha do Menino Jesus - Bairro Cidade Alta, Caruaru - PE

Ordenação Presbiteral - Diác. Joseilson Gomes de Azevedo

Eu, Diác. Josielson Gomes de Azevedo, minha família e a Diocese de Caruaru, temos a grata satisfação de convidar você, s...

16-01-2017 Festas e Eventos

Missão Jovem Manain

Você teria coragem de doar uma semana das suas férias para o Senhor? Vem aí: MISSÃO JOVEM MANAIN 2017! Venha viver esta ...

11-11-2017 Festas e Eventos

Notícias Mundo Católico

04-01-2017 Mundo Católico A Arquidiocese pede preces ao povo de Deus para que a construção da Fazenda da Esperança de Jaboatão seja exitosa. O arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido tem se mostrado incansável na busca de parcerias para custear a obra da Fazenda da Esperança. Aqueles que desejarem colaborar com a construção, podem fazer doações por meio de depósito na seguinte conta bancária: Banco do Brasil, Agência: 3108-9 / Conta corrente: 32892-8 (nome da conta: “Arquidiocese F. Esperança”) e CNPJ da Arquidiocese de Olinda e Recife: 09756859/0001-08. (Pascom Arquidiocese de Olinda e Recife)

Começam em Jaboatão as obras da construção da Fazenda da Esperança

Começou, nesta semana, a construção da Fazenda da Esperança de Jaboatão, projeto capitaneado pela Arquidiocese de Olinda...

01-12-2016 Mundo Católico Os bispos reafirmam também “incondicional posição em defesa da vida humana, condenando toda e qualquer tentativa de liberação e descriminalização da prática do aborto. Conclamamos nossas comunidades a rezarem e a se manifestarem publicamente em defesa da vida humana, desde a sua concepção”. Leia a Nota: NOTA DA CNBB EM DEFESA DA VIDA “Propus a vida e a morte; escolhe, pois, a vida ” (cf. Dt. 30,19) A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB, por meio de sua Presidência, manifesta sua posição em defesa da integralidade, inviolabilidade e dignidade da vida humana, desde a sua concepção até a morte natural (cf. Constituição Federal, art. 1°, III; 3°, IV e 5°, caput). A CNBB respeita e defende a autonomia dos Poderes da República. Reconhece a importância fundamental que o Supremo Tribunal Federal (STF) desempenha na guarda da Constituição da República, particularmente no momento difícil que atravessa a nação brasileira. Discorda, contudo, da forma com que o aborto foi tratado num julgamento de Habeas Corpus, no STF. Reafirmamos nossa incondicional posição em defesa da vida humana, condenando toda e qualquer tentativa de liberação e descriminalização da prática do aborto. Conclamamos nossas comunidades a rezarem e a se manifestarem publicamente em defesa da vida humana, desde a sua concepção. Nossa Senhora, Mãe de Jesus e nossa Mãe, interceda por nós, particularmente pelos nascituros. Brasília, 1º de dezembro de 2016 Cardeal Sergio da RochaArcebispo de Brasília-DFPresidente da CNBB Dom Murilo S. R. KriegerArcebispo de São Salvador-BAVice-Presidente da CNBB Dom Leonardo Ulrich SteinerBispo Auxiliar de Brasília-DFSecretário-Geral da CNBB

CNBB emite nota contra o aborto diante da decisão do STF

Os bispos conclamam as comunidades a se manifestarem publicamente em defesa da vida Nesta quinta-feira, 01 de dezembro,...

01-12-2016 Mundo Católico Concluído o material para este ano, e já entregue às 21 dioceses do Regional, a Comissão definiu o tema para 2017. Atendendo à sugestão dos arcebispos e bispos, bem como dos coordenadores de pastoral, a Novena terá como tema principal a Família, tomando como base a Exortação Pós-Sinodal Amoris Laetitia do Papa Francisco. Após uma avaliação feita sobre a caminhada do ano passado,foram definidos os nove subtemas que comporão o texto final, além de uma celebração de abertura que envia os grupos para os encontros em família. Até o mês de fevereiro próximo, os textos serão produzidos pelos redatores em sua primeira versão, quando depois serão submetidos à revisão geral e ao processo gráfico. A Comissão coordenada por Dom Genival Saraiva de França, Administrador Apostólico da Paraíba, e formada por 10 sacerdotes dos quatro Estados do Regional, estima que o material esteja pronto para entrega no primeiro semestre de 2017.

Comissão Regional NE 2 define tema para Novena de Natal 2017

A Comissão para a Novena de Natal da CNBB Regional Nordeste 2 esteve reunida ontem (28) na sede da entidade em Recife pa...

21-11-2016 Mundo Católico Verdadeiramente não é deste mundo o reino de Jesus (cf. Jo 18, 36); mas precisamente nele – diz-nos o apóstolo Paulo na segunda leitura – é que encontramos a redenção e o perdão (cf. Col 1, 13-14). Porque a grandeza do seu reino não está na força segundo o mundo, mas no amor de Deus, um amor capaz de alcançar e restaurar todas as coisas. Por este amor, Cristo abaixou-Se até nós, viveu a nossa miséria humana, provou a nossa condição mais ignóbil: a injustiça, a traição, o abandono; experimentou a morte, o sepulcro, a morada dos mortos. Assim Se aventurou o nosso Rei até aos confins do universo, para abraçar e salvar todo o vivente. Não nos condenou, nem sequer nos conquistou, nunca violou a nossa liberdade, mas abriu caminho com o amor humilde, que tudo desculpa, tudo espera, tudo suporta (cf. 1 Cor 13, 7). Unicamente este amor venceu e continua a vencer os nossos grandes adversários: o pecado, a morte, o medo. Hoje, amados irmãos e irmãs, proclamamos esta vitória singular, pela qual Jesus Se tornou o Rei dos séculos, o Senhor da história: apenas com a omnipotência do amor, que é a natureza de Deus, a sua própria vida, e que nunca terá fim (cf. 1 Cor 13, 8). Jubilosamente compartilhamos a beleza de ter Jesus como nosso Rei: o seu domínio de amor transforma o pecado em graça, a morte em ressurreição, o medo em confiança. Mas seria demasiado pouco crer que Jesus é Rei do universo e centro da história, sem fazê-Lo tornar-Se Senhor da nossa vida: tudo aquilo será vão, se não O acolhermos pessoalmente e se não acolhermos também o seu modo de reinar. Nisto, ajudam-nos os personagens presentes no Evangelho de hoje. Além de Jesus, aparecem três tipos de figuras: o povo que olha, o grupo que está aos pés da cruz e um malfeitor crucificado ao lado de Jesus. Começamos pelo povo. O Evangelho diz que «permanecia ali, a observar» (Lc 23, 35): ninguém se pronuncia, ninguém se aproxima. O povo permanece longe, a ver o que sucedia. É o mesmo povo que, levado pelas próprias necessidades, se aglomerava à volta de Jesus e, agora, se mantém à distância. Vendo certas circunstâncias da vida ou as nossas expectativas por realizar, podemos também nós ser tentados a manter a distância da realeza de Jesus, não aceitando completamente o escândalo do seu amor humilde, que interpela o nosso eu e o desassossega. Prefere-se ficar à janela, alhear-se, em vez de se avizinhar e fazer-se próximo. Mas o povo santo, que tem Jesus como Rei, é chamado a seguir o seu caminho de amor concreto; a interrogar-se, diariamente, cada um para si: «Que me pede o amor, para onde me impele? Que resposta dou a Jesus com a minha vida?» Temos depois um segundo grupo, que engloba vários personagens: os chefes do povo, os soldados e um dos malfeitores. Todos eles escarnecem de Jesus, dirigindo-Lhe a mesma provocação: «Salve-Se a Si mesmo» (cf. Lc 23, 35.37.39). É uma tentação pior do que a do povo. Aqui tentam Jesus, como fez o diabo ao início do Evangelho (cf. Lc 4, 1-13), para que renuncie a reinar à maneira de Deus e o faça segundo a lógica do mundo: desça da cruz e derrote os inimigos! Se é Deus, demonstre força e superioridade! Esta tentação é um ataque contra o amor: «Salva-te a ti mesmo» (Lc 23, 37.39); não os outros, mas a ti mesmo. Prevaleça o eu com a sua força, a sua glória, o seu sucesso. É a tentação mais terrível; a primeira e a última do Evangelho. Entretanto, Jesus, face a este ataque ao seu próprio modo de ser, não fala, não reage. Não Se defende, não tenta convencer, não há uma apologética da sua realeza. Mas antes continua a amar, perdoa, vive o momento da prova segundo a vontade do Pai, seguro de que o amor dará fruto. Para acolher a realeza de Jesus, somos chamados a lutar contra esta tentação, a fixar o olhar no Crucificado, para Lhe sermos fiéis cada vez mais. Mas, em vez disso, quantas vezes se procuraram – mesmo entre nós – as seguranças gratificantes oferecidas pelo mundo! Quantas vezes nos sentimos tentados a descer da cruz! A força de atração que tem o poder e o sucesso pareceu um caminho mais fácil e rápido para difundir o Evangelho, esquecendo depressa como atua o reino de Deus. Este Ano da Misericórdia convidou-nos a descobrir novamente o centro, a regressar ao essencial. Este tempo de misericórdia chama-nos a contemplar o verdadeiro rosto do nosso Rei, aquele que brilha na Páscoa, e a descobrir novamente o rosto jovem e belo da Igreja, que brilha quando é acolhedora, livre, fiel, pobre de meios e rica no amor, missionária. A misericórdia, levando-nos ao coração do Evangelho, anima-nos também a renunciar a hábitos e costumes que possam obstaculizar o serviço ao reino de Deus, a encontrar a nossa orientação apenas na realeza perene e humilde de Jesus, e não na acomodação às realezas precárias e aos poderes mutáveis de cada época. No Evangelho, aparece outro personagem, mais perto de Jesus, o malfeitor que O invoca dizendo: «Jesus, lembra-Te de mim, quando estiveres no teu Reino» (Lc 23, 42). Com a simples contemplação de Jesus, ele acreditou no seu Reino. E não se fechou em si mesmo, mas, com os seus erros, os seus pecados e os seus problemas, dirigiu-se a Jesus. Pediu para ser lembrado, e saboreou a misericórdia de Deus: «Hoje estarás comigo no Paraíso» (Lc 23, 43). Deus, logo que Lhe damos tal possibilidade, lembra-Se de nós. Está pronto a apagar completamente e para sempre o pecado, porque a sua memória não é como a nossa: não regista o mal feito, nem continua a ter em conta as ofensas sofridas. Deus não tem memória do pecado, mas de nós, de cada um de nós, seus filhos amados. E crê que é sempre possível recomeçar, levantar-se. Peçamos, também nós, o dom desta memória aberta e viva. Peçamos a graça de não fechar jamais as portas da reconciliação e do perdão, mas saber ultrapassar o mal e as divergências, abrindo todas as vias possíveis de esperança. Assim como Deus acredita em nós próprios, infinitamente para além dos nossos méritos, assim também nós somos chamados a infundir esperança e a dar uma oportunidade aos outros. Com efeito, embora se feche a Porta Santa, continua sempre escancarada para nós a verdadeira porta da misericórdia que é o Coração de Cristo. Do lado trespassado do Ressuscitado jorram até ao fim dos tempos a misericórdia, a consolação e a esperança. Muitos peregrinos atravessaram as Portas Santas e, longe do fragor dos noticiários, saborearam a grande bondade do Senhor. Agradeçamos ao Senhor por isso e recordemo-nos de que fomos investidos em misericórdia para nos revestir de sentimentos de misericórdia, para nos tornarmos, nós também, instrumentos de misericórdia. Prossigamos, juntos, este nosso caminho. Acompanhe-nos Nossa Senhora! Também Ela estava junto da cruz; lá nos deu à luz enquanto terna Mãe da Igreja, que a todos deseja abrigar sob o seu manto. Ao pé da cruz, Ela viu o bom ladrão receber o perdão e tomou o discípulo de Jesus como seu filho. É a Mãe de misericórdia, a quem nos consagramos: cada situação nossa, cada oração nossa, dirigida aos seus olhos misericordiosos, não ficará sem resposta.

Homilia do Papa Francisco no encerramento do Ano da Misericórdia

A solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo coroa o ano litúrgico e este Ano Santo da Misericórdia. Na ver...

Santo do Dia

  • 20 Jan 2017 : São Sebastião

    20 Jan 2017 : São Sebastião Defensor da Igreja como soldado, como capitão e também como apóstolo dos confessores, daqueles que eram presosO santo de hoje nasceu em Narbonne; os pais eram oriundos de Milão, na Itália, do século terceiro. São Sebastião, desde cedo, foi muito generoso e dado[…]

    Read more...

Pensamento do dia

  • O amor à Eucaristia redescobrireis também o sacramento da Reconciliação, no qual a bondade misericordiosa de Deus permite sempre que a nossa vida comece novamente

Foto Mensagem

telefone

Lista Telefonica

Ache na Nossa Lista Online
telefones e endereços de paróquias, Padres, instituições, Comunidades e muito mais.

CLIQUE AQUI ACESSAR>>
0853070116

Acenda sua

Velinha Digital

Acender uma vela digital é uma forma de manter a sua fé acesa.

ACENDER VELINHA >>

Artigos

Dom Dino

Leia todos os artigos publicados!

LEIA AGORA >>