Oct 11

Papa nomeia bispo para Campina Grande, na Paraíba

Nomeacao 11 10 dom Dulcenio capasite 1200x762 cA Nunciatura Apostólica no Brasil comunicou nesta quarta-feira, 11, a decisão do papa Francisco em nomear bispo para a vacante diocese de Campina Grande, na Paraíba, dom Dulcênio Fontes de Matos, até então bispo de Palmeira dos Índios, em Alagoas. A decisão foi comunicada no jornal “L’Osservatore Romano”.

Dulcênio Fontes de Matos
Atualmente com 59 anos de idade, Dulcênio Fontes de Matos é natural de Lagarto (SE). Licenciado em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará e em Teologia pela pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (RJ), foi ordenado sacerdote em 14/12/1985, em Lagarto, sua terra natal. Cursou especialização em Filosofia e Epistemologia da Psicologia, pela UVC Ceará, de 1997 a 1998.

Atividades como presbítero
Como presbítero exerceu, entre os anos de 1985 a 1987, a função de sacerdote na paróquia Nossa Senhora da Piedade, em Lagarto (SE). De 1987 a 1992 foi presbítero na paróquia Nossa Senhora da Guia, em Umbaúba (SE). Foi administrador paroquial da paróquia São Francisco de Assis, em Cristanópolis (SE), em 1992. Entre 1989 e 1993 exerceu a função de coordenador diocesano da Pastoral da Juventude e Vocacional (1989-1993).

Foi diretor espiritual diocesano do Movimento Encontro de Casais com Cristo (ECC), em 1997. Também exerceu a função de professor de filosofia nas escolas municipais Benedito Barreto do Nascimento em Umbaúba (SE) e em Cristianópolis (SE) e no colégio Sagrado Coração de Umbaúba (SE).

Foi coordenador diocesano de Pastoral, em 1995. Lecionou a disciplina Liturgia, Espiritualidade e Eclesiologia no curso de extensão em Teologia da diocese de Estância, onde mais tarde, em 1998, foi diretor. Além disto, foi membro do conselho presbiteral e do conselho de consultores. Exerceu a função de pároco na catedral Nossa Senhora de Guadalupe, em Estância (SE), 1992-2001.

Atividades como bispo
Dom Dulcênio foi nomeado bispo em 18/04/2001 e adotou o lema “Pro Mundi Vita”. Sua posse foi em 16/06/2001, em Estância-SE. Exerceu a função de Bispo Auxiliar de Aracaju-SE, 2001-2006; Foi vigário geral da Arquidiocese de Aracaju e bispo referencial da Cáritas Nordeste (NE) 3 e do Nordeste 2, de 2008 a 2011. Também exerceu a função de presidente do Sub-regional NE 3. Foi bispo referencial da Pastoral da Sobriedade e 2º suplente da presidência do Regional NE 2.

Saudação da CNBB a Dom Dulcênio Fontes de Matos

Brasília, 11 de outubro de 2017

Prezado Irmão, Dom Dulcênio Fontes de Matos

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB se alegra com sua nomeação como bispo da diocese paraibana de Campina Grande. Destacamos e agradecemos seu bondoso serviço à nossa Conferência como bispo referencial de várias dimensões da pastoral, tanto no regional Nordeste 3, como no regional Nordeste 2.

Saudamos sua transferência com uma palavra do Papa Francisco dirigida aos bispos na recente visita à Colômbia: “Deus precede-nos: somos ramos e não a videira. Portanto, não silencieis a voz d’Aquele que vos chamou, nem vos iludais de que sejam a soma das vossas pobres virtudes ou os elogios dos poderosos de turno que asseguram o resultado da missão que Deus vos confiou. Ao contrário, mendigai na oração quando não puderdes dar, nem dar-vos, para terdes algo a oferecer àqueles que constantemente se aproximam do vosso coração de Pastores”.

Enviamos nosso abraço e nos alegramos com todos os membros das comunidades da diocese de Campina Grande como também nos colocamos em oração pela Igreja Particular de Palmeira dos Índios.

Em Cristo,

Dom Leonardo Ulrich Steiner
Bispo auxiliar de Brasília – DF
Secretário-geral da CNBB

Acessos: 121
telefone

Lista Telefonica

Ache na Nossa Lista Online
telefones e endereços de paróquias, Padres, instituições, Comunidades e muito mais.

CLIQUE AQUI ACESSAR>>
0853070116

Acenda sua

Velinha Digital

Acender uma vela digital é uma forma de manter a sua fé acesa.

ACENDER VELINHA >>

Artigos

Dom Dino

Leia todos os artigos publicados!

LEIA AGORA >>